Hashtags ajudam o jornalista a encontrar tuites relevantes e alcançar mais pessoas

por Steve Buttry
Aug 8, 2012 em Jornalismo digital

Hashtags ajudam a encontrar pessoas que tuitam sobre temas que você está cobrindo. Também ajudam quem está interessado nos temas que você cobre a encontrar os seus tuites.

Meu segundo post da série #twutorial sobre técnicas para o Twitter explicou como usar listas, salvar pesquisas e alertas para ajudar a organizar o caos no Twitter. Para ajudar a organizar o Twitter, você também deve usar os hashtags.

Vamos começar com o básico: O hashtag é o símbolo #, seguido imediatamente, sem espaço, por uma palavra ou frase: #twutorial. Nos tuites, o hashtag se torna um link em que se pode clicar para ir a uma pesquisa de tuites recentes que utilizam o mesmo hashtag.

Jornalistas usam hashtags de duas maneiras principais: para encontrar tuites e ajudar outros a encontrarem os seus tuites.

Os demais tuiteiros usam os hashtags pelo menos em quatro maneiras principais que são úteis para repórteres: hashtags regulares, hashtags de um evento, hashtags de notícias urgentes e hashtags de piadas.

Vou examinar como estes quatro tipos de hashtags são úteis em ambos os usos dos jornalistas: encontrar tuites e ajudar pessoas a encontrarem seus tuites:

Hashtags regulares

Pessoas com interesses comuns vão usar hashtags regulares para ajudar outros a encontrar tuites relacionados. Por exemplo, os jornalistas do Digital First Media frequentemente usam #DigitalFirst ou #dfm nos tuites relacionados com nossa empresa. Toda quarta-feira ao meio-dia, usamos #dfmchat para um bate-papo no Twitter sobre algum problema do jornalismo.

Da mesma forma, pessoas interessadas nos temas ou comunidades da sua editoria podem usar hashtags regularmente, como #KingstonNY para tuites sobre a vida em Kingston, NY, ou #Mizzou para tuites sobre a Universidade do Missouri. #Breaking é amplamente utilizado no Twitter, bem como pelo Breaking News para coletar os tuites sobre as últimas notícias.

Ao ler os tuites sobre os temas e comunidades que você cobre, fique de olho nos hashtags regulares. Você pode salvá-los como pesquisas regulares para verificar a partir do Twitter.com ou um aplicativo móvel ou como colunas para monitorar no TweetDeck ou HootSuite. Estes hashtags regulares devem se tornar uma parte fiel da sua rotina na editoria. Eles vão dar ideias da pauta e tuites para incorporar nas matérias diárias. Irão alertá-lo para as notícias mais recentes e ajudá-lo a conectar-se com novas fontes.

Da mesma forma, use os hashtags regulares em seus próprios tuites. As pessoas seguindo um hashtag mas não você vão ver seus tuites (e talvez comecem a seguir você).

Dan Podheiser, ex-editor de esportes do Cidadão Registrar em Torrington, Connecticut, usou #Hawkeyes num tuite com um link para um artigo sobre um jogador de futebol local que contratado para jogar no time Hawkeyes de Iowa. O hashtag levou muitos fãs do Hawkeye a ver seu tuite e ler seu artigo.

Este artigo é um trecho publicado com permissão. Leia o artigo completo (em inglês) aqui no blog de Steve Buttry, The Buttry Diary. Buttry é diretor de envolvimento comunitário e mídia social no Digital First Media.