HacksLabs pretende acelerar o jornalismo de dados na América Latina

por Mariano Blejman
Apr 11, 2014 em Diversos

A ideia do HacksLabs, uma nova plataforma para acelerar startups de jornalismo de dados, veio com anos de frustração e desperdício de energia.

Em cada reunião, hackatona ou oficina, startups e ideias nasceram e rapidamente desapareceram. Meios de comunicação tradicionais estavam em crise por causa da queda dos lucros com o impresso e da falta de vontade de produzir um jornalismo interativo e baseado em dados.

Mesmo com a criação de comunidades fortes que ultrapassam os limites através da inovação, e que treinam a si próprias no uso de dados, a falta de decisão editorial deixa dezenas de projetos no limbo. Ao mesmo tempo, um grande número de organizações estão surgindo, cujas criações de valor não estão ganhando a tração ou audiência que merecem. Isto é, acreditamos, o nicho do HacksLabs, um ponto de convergência entre as comunidades, mídia e finanças que podem gerar valor a longo prazo.

A primeira incubadora de jornalismo de dados na América Latina foi lançada na semana passada com o HacksLabs Desafio 2014, que irá conceder um total de US$100.000 a projetos latino-americanos selecionados em duas rodadas da competição.

O objetivo é conseguir conectar empresários, jornalistas e programadores tanto com as novas mídias como os meios de comunicação tradicionais que querem inovar e ir adiante com grandes ideias que ainda não foram realizadas.

Este programa faz parte do meu Knight International Journalism ICFJ Fellowship, e é possível graças ao apoio da Fundação Knight, o Instituto do Banco Mundial e o Centro Internacional para Jornalistas, além da orientação do Knight-Mozilla Open News.

Seja nosso parceiro

O HacksLabs irá fornecer investimento, mentores e suporte técnico para os projetos que articulem o movimento de dados transparentes, jornalismo baseado em dados e participação cidadã.

Indivíduos e organizações podem doar em dois níveis: US$2.000 para o desenvolvimento de projetos de curto prazo e US$10.000 para projetos mais ambiciosos que podem ser implementadas por uma agência de notícias na América Latina.

O que estamos procurando? Aplicativos de notícias, visualizações de dados, notícias contadas visualmente, notícias interativas, ferramentas para análise e sistemas melhores que agregam, organizam ou facilitam o trabalho com dados abertos.

O programa é projetado para ajudar uma ampla gama de agentes: empreendedores, organizações de jornalismo, organizações não-governamentais que se concentram em transparência, empreendedores e defensores de dados abertos que querem ampliar suas aplicativos.

A primeira fase da competição, para projetos de até US$2.000, termina no dia 30 de abril. A segunda, para projetos de até US$10.000, termina no dia 10 de junho. (Os candidatos podem apresentar o mesmo projeto para as duas fases do concurso).

Além de financiamento do projeto, o HacksLabs vai orientar os vencedores através de mentores especializados sobre o processo de desenvolvimento, pensamento de design, funcionalidades e experiência UX. O HacksLabs vai oferecer servidores, publicar perfis dos vencedores e ajudar as equipes selecionadas a mostrarem seus projetos em conferências.

Mariano Blejman, bolsista do Knight International Journalism Fellowship, é editor e emprendedor de mídia especializado em jornalismo de dados.

O conteúdo de inovação de mídia global relacionado com os projetos e parceiros dos bolsistas do Knight International Journalism Fellowsship na IJNet é apoiado pela John S. and James L. Knight Foundation.

Imagem cortesia de jwyg no Flickr sob licença Creative Commons