Grupo lança novo modelo financeiro para fotojornalistas

porDana Liebelson
Jan 29, 2011 em Jornalismo digital

Um novo site de crowdsourcing pode ajudar a moldar o futuro do fotojornalismo, facilitando gerar dinheiro para projetos remotos.

Emphas.is, previsto para lançamento no início de 2011, afirma ser uma plataforma de financiamento inovador para fotojornalistas.

Veja como funciona: fotojornalistas enviam ideias de viagem fotográficas para o site, que são depois analisadas por um painel de especialistas da indústria. Se a viagem proposta for aceita, é definida uma meta para captação de recursos. Usuários do site podem então escolher financiar o trabalho de um fotojornalista em qualquer lugar no mundo, incluindo zonas de guerra e destinos longínquos.

Se a meta financeira for cumprida, os apoiadores terão acesso especial aos relatos online do fotógrafo e fotos do arquivo, permitindo que praticamente sintam na pele a experiência de um fotojornalista internacional. Os fotógrafos ainda retêm os direitos autorais das fotos tiradas durante a viagem.

Os criadores -- cinco fotojornalistas internacionais -- imaginam o site como uma extensão natural online de um interesse global crescente pela fotografia. Em 2009, por exemplo, 2,4 milhões de pessoas em 46 países visitaram a exposição do World Press Photo. O blog de fotojornalismo do The New York Times também recebeu mais de 750.000 visitantes únicos por mês. Emphas.is espera criar um novo modelo financeiro sustentável para fotojornalistas, aproveitando-se do romantismo da profissão.

Se este novo modelo de financiamento vai mudar a forma do fotojornalismo ainda não se sabe, mas já tem uma impressionante lista de proponentes, incluindo Kira Pollack, diretora de fotografia da revista Time e Jamie Wellford, editor de fotografia internacional da Newsweek.