Ferramentas do Google para jornalistas: Parte 1

por Julie Bailey
Jul 25, 2010 em Jornalismo digital

O Google, pioneiro em buscas online, está agora revolucionando ferramentas que podem ser usadas por jornalistas para simplificar e melhorar a reportagem. Para cada aplicativo gratuito, os usuários devem ter um  cadastro Google.

Ferramentas para simplificar a reportagem

Google Voice permite que os usuários escolham um novo número de telefone que consolida quaisquer números telefônicos existentes, incluindo celular, linha regular e VOIP em um só numero. Os usuários podem selecionar o código de área desejado e incluir seu próprio nome ou palavra como  "notícia" ou "dica" no número.

Os usuários podem organizar seus contatos e escolher que telefones podem tocar para grupos específicos e indivíduos. Isto também simplifica a identificação das chamadas, que podem ser ajustadas para serem imediatamente enviadas à secretária eletrônica.

Talvez mais útil a jornalistas é a habilidade do programa de gravar chamadas e guardá-las online. Durante a chamada, os usuários podem pressionar  “4”, que, como pede a lei de alguns estados americanos, notifica ambos lados da conversação que a chamada está sendo gravada. As gravações podem ser publicadas em sites.

iGoogle, uma ferramenta Google relativamente padrão, ampliou o número de suas funções. Os usuários podem criar esta homepage e adicionar um número de novas ferramentas úteis como o Google Translate, um conversor de unidade e moedas e um buscador de pessoas para endereço e telefone. A página também agrega os feeds de RSS selecionados pelos usuários.

Buscando e pesquisando para matérias

O Google também tornou mais fácil apurar matérias e facilitou a pesquisa necessária por tópicos. Pesquisas específicas são completadas mais rapidamente com Google Chrome, que inicia e carrega aplicativos da Web de maneira mais eficiente que outros navegadores e permite fazer pesquisas diretamente na barra de navegação. Também oferece um módulo incógnito de navegação que não guarda os sites visitados e arquivos carregados na história do navegador.

Google Alerts pode ser utilizado para achar novas matérias, checar a popularidade de matérias atuais e seguir o desenvolvimento de notícias. Cada  alerta consiste em temas específicos selecionados pelo usuário. Quando os termos aparecem juntos na Internet, o usuário recebe um e-mail de alerta com um link para a fonte. O Google Alerts rastreia uma variedade de fontes na Internet, incluindo blogs, com uma variedade de opiniões e informação sobre um tópico. Para pesquisas mais exclusivas, o  Advanced Google Alerts podem limitar pesquisas por domínio ou site específico.

Jornalistas que buscam fontes de notícias verazes podem utlitzar o GoogleNews para buscar mais entre  4.500 fontes de notícias em inglês nos últimos 30 dias.  Diferente das buscas ou alertas regulares do Google, o Google News se restringe à busca nas mídias tradicionais no mundo.

Google Trends separa os padrões de busca de todos os usuários do Google, colocando tópicos populares nas pontas dos dedos dos jornalistas. Os usuários podem buscar pela frequência em que um a cinco termos apareceram em artigos no Google News e em que regiões geográficas fizeram a busca. Da mesma maneira, o Hot Searches exibe as 40 buscas de popularidade mais ascendente nos Estados Unidos em um determinado dia e  Hot Topics agrega tópicos com maior prevalência na mídia, Twitter e outras fontes.