Dicas da BBC e Reuters para jornalistas de mochila

porMargaret Looney
Oct 7, 2011 em Jornalismo digital

O telefone móvel tornou-se o melhor amigo do repórter global para reportar rapidamente. Veja como jornalistas da BBC e Reuters estão usando smartphones como ferramentas de reportagem.

A BBC e Reuters têm abraçado a revolução da tecnologia móvel em suas redações, equipando seus "mojos" - jornalistas móveis - com ferramentas e dicas para reportagem rápida, eficiente e de baixa manutenção.

O Center for International Media Assistance destacou essas ferramentas em seu relatório, "News on the Go: How Mobile Devices are Changing the World's Information Ecosystem". Você pode ler o relatório completo em PDF aqui.

Aqui estão as principais lições para jornalistas móveis, segundo a IJNet:

  • Para transmissões ao vivo da rua, use Qik. Este software captura vídeo 3D ou HD que pode ser compartilhado enquanto você está gravando, ou enviado mais tarde para sites de mídia social. O chata de vídeo mobile também é uma opção.
  • Para entrevistas de rádio ou gravação de som ambiente para reportagens de rádio ou TV, Audioboo é uma plataforma móvel e online que permite gravar e compartilhar áudio de até três minutos de graça.
  • Use carregadores que dependem da energia solar. A tecnologia sem fio, como a do Powermonkey Explorer, pode manter o seu telefone carregado ao reportar em ambientes remotos.
  • Use telefones celulares com instalações de metadados, recursos que irão documentar automaticamente a logística de uma reportagem - localização GPS, hora, data e muito mais.
  • Algumas ferramentas extras para manter na mochila incluem um tripé, teclado Bluetooth dobrável, um microfone e uma caneta digital que grava conversas e coincide o áudio com palavras escritas.