Dia Mundial da Liberdade de Imprensa destaca novas mídias

porNicole Martinelli
Apr 6, 2011 em Jornalismo básico

Enquanto jornalistas de todo o mundo usam as mídias sociais para relatar as últimas notícias e lidar com as restrições à Internet impostas pelo governo, o Dia Mundial da Liberdade de Imprensa tem como objetivo destacar os desafios e as oportunidades trazidas pela nova tecnologia.

Organizado pela Unesco, o Dia Mundial da Liberdade de Imprensa 2011 será celebrado em Washington este ano de 1° a 3 de maio. O tema, "Mídia do Século 21: Novas Fronteiras, novos obstáculos", é especialmente oportuno.

"As mídias sociais oferecem novas plataformas que permitem que os indivíduos exerçam o seu direito de liberdade de expressão, declarando, transmitindo e ampliando as suas próprias opiniões", disse o secretário de Estado adjunto para Assuntos do Hemisfério Ocidental dos Estados Unidos, Arturo Valenzuela, em um comunicado. "Indivíduos e organizações também têm usado ferramentas da mídia social para beneficiar a sociedade civil através da adição de transparência às eleições, permitindo que cidadãos jornalistas informem sobre histórias pouco cobertas, e superando ambientes de mídia repressivos, como na Venezuela e em Cuba."

A agenda da celebração é ambiciosa, dividida em quatro grandes áreas: novas fronteiras da mídia, uma perspectiva legal e regulamentar, novas barreiras e tendências do jornalismo.

Palestrantes dos diversos eventos incluem: Oscar Morales Guevara, criador do grupo de Facebook, “One Million Voices against FARC”; Dr. Rasha Abdulla, professora associada, American University em Cairo; Maria Sadovskaya, European Radio for Belarus; Nazila Fathi, correspondente, New York Times; Chiranuch Premchaiporn, editor, Prachatai, Thailand.

Eventos similares também serão realizados nos escritórios da Unesco em todo o mundo, em Almaty, Cazaquistão; América do Sul (Colômbia, Bolívia, Equador, Chile); Windhoek, Namíbia; a sub-região do Mekong e Amã, na Jordânia.

Seguindo o tema, uma riqueza de informações sobre o Dia Mundial da Liberdade de Imprensa estará disponível online. A IJNet vai oferecer uma cobertura completa do evento. Você também pode visitar o blog do evento, seguir sua conta no Twitter, Facebook ou YouTube.