Como encontrar pautas e fontes de ciência no Science Pulse

por Jade Drummond
Jun 25, 2021 em Jornalismo de dados
Gráficos da plataforma Science Pulse

Com a pandemia da Covid-19, jornalistas passaram a lidar com um volume maior de informações científicas, que chegam cada vez mais rápido para serem comunicadas à sociedade. Do outro lado, cientistas, especialistas e organizações da comunidade científica passaram a utilizar as redes sociais para compartilhar novidades da ciência com mais agilidade e linguagem acessível. 

Para facilitar o acompanhamento dessas informações e discussões, o editor do Núcleo Jornalismo e ICFJ Knight Fellow, Sérgio Spagnuolo, criou a ferramenta Science Pulse, que monitora a conversa da comunidade científica nas redes sociais e compartilha as publicações mais relevantes em tempo real. Os perfis do Twitter são o foco da aplicação, mas também são monitoradas algumas páginas no Facebook. 

A ferramenta é gratuita e permite ficar de olho nos assuntos mais relevantes de um total de 1.500 perfis, incluindo cientistas, especialistas e organizações da comunidade científica do Brasil e de outros países. São coletados tweets em português, inglês e espanhol. É possível encontrar todos os tweets publicados pelas contas nos últimos 90 dias e conhecer novos especialistas. 

A aplicação funciona como um “assuntos do momento” (trending topics) específico da comunidade científica. As principais diferenças são os perfis envolvidos nas conversas e o conjunto de algoritmos desenvolvidos. Os nomes monitorados passaram por uma curadoria manual da equipe desenvolvedora para garantir que são qualificados e que compartilham análises importantes nas redes. Os algoritmos potencializam a descoberta de conteúdos e não se resumem a uma lista das postagens mais populares. 

[Leia mais: Como evitar erros comuns de visualização de dados]

 

Recentemente, o Science Pulse passou a fazer parte do portfólio de projetos do Núcleo Jornalismo e integra a lista de aplicações de monitoramento de redes do veículo. A ferramenta foi desenvolvida pela equipe do Volt Data Lab e conta com o apoio do International Center for Journalists e Instituto Serrapilheira, além de parceria institucional com a Agência Bori.

Como encontrar pautas

O Science Pulse é um espelho da conversa científica nas redes sociais. Ao acompanhar a ferramenta pelo site, newsletter automatizada, newsletter de curadoria semanal ou bots do Twitter e Telegram, é possível ver assuntos, pontos de vista e novidades que costumam aparecer primeiro nas redes dos cientistas.

Na aplicação, dentre os dados do Twitter, as abas TENDÊNCIAS e DESCUBRA MAIS mostram os tweets mais populares do momento, com atualizações a cada 20 minutos. As colunas utilizam métricas próprias que destacam as publicações mais compartilhadas, com desempenho acima da média para o perfil ou que potencializam a diversidade, dando um peso a mais para tweets de mulheres e perfis com menos seguidores.

De forma geral, a pandemia é o assunto principal da rede de cientistas hoje, mas a aba ESPECIAL COVID-19 permite ter um olhar mais focado no tema, pois filtra as publicações que contenham palavras-chave relacionadas à Covid-19.

[Leia mais: Como dados reforçam o jornalismo de soluções]

 

Para quem não tem proximidade com a cobertura científica, é uma ótima ferramenta para se manter atualizado e encontrar novas pautas. Quem já está acostumado com a área, consegue complementar a apuração com o monitoramento das conversas, que podem facilitar o entendimento de determinada novidade e mostrar outros olhares sobre um mesmo fato. 

Saber o que está em alta nas redes sociais possibilita priorizar pautas mais quentes e, assim, garantir um engajamento maior no conteúdo publicado. Outro fator interessante é ter mais um mecanismo para prever assuntos que devem ganhar popularidade em breve.

Como encontrar fontes

O Science Pulse também facilita encontrar novas fontes qualificadas. Com uma rápida análise, é fácil checar quais são os assuntos que os cientistas comentam com mais propriedade no próprio perfil e evitar a abordagem de profissionais que não se sentirão confortáveis de opinar sobre determinado tema. 

Nos dados do Twitter, a aba BUSCA POR TWEETS permite navegar em toda a base de dados coletada pelo Science Pulse nos últimos 90 dias. Ou seja, é possível encontrar tudo o que foi publicado pelos perfis monitorados fazendo busca por palavras-chave e usando diversos filtros. Para fins de apuração, é um espaço que permite encontrar pessoas diferentes que estão comentando um mesmo assunto, como CPI da Pandemia, novas vacinas e outros temas da ciência.

Já a aba de PERFIS ACOMPANHADOS mostra a lista completa de pessoas e instituições monitoradas pelo Science Pulse, com nome, perfil do Twitter, gênero, grande área de atuação, afiliação institucional declarada no Google Scholar, descrição do perfil no Twitter, localização (quando disponibilizada) e número de seguidores. Também é possível filtrar e fazer buscas por palavras-chave, inclusive de termos usados nas descrições dos perfis. E uma coluna lateral sugere novos especialistas para conhecer. 

Todos podem sugerir perfis interessantes da comunidade científica no Twitter, que são previamente avaliados pela equipe. A base de perfis monitorados pelo Science Pulse é constantemente atualizada, seja para incluir ou retirar nomes. Para além das entrevistas, encontrar novas fontes qualificadas que são relevantes nas redes sociais pode ser interessante para planejar uma parceria ou mesmo ampliar a rede de contatos profissionais. 


Jade Drummond, jornalista e especialista em criação e produção de conteúdo, é analista de audiência, comunidade e estratégia digital do Science Pulse, Núcleo Jornalismo e Volt Data Lab.