Como cultivar fontes para reportagens investigativas

por International Center for Journalists
Dec 23, 2011 em Temas especializados

Descobrir, desenvolver e manter boas fontes é crucial para um repórter investigativo.

Lembre-se:

  • "Todo mundo é uma fonte". (Monk Manny’s Guide to Source Development – IRE Tip Sheet) Ter fontes em cargos altos é ótimo, mas algumas de suas informações mais valiosas e lides de artigos podem vir de fontes de posições inferiores.

  • Conheça as suas fontes. Converse sobre coisas não relacionadas a sua reportagem. Informe-se sobre suas vidas e ache algo em comum para conversar, um time de futebol favorito, um hobby, crianças, férias.

  • Mantenha contato. Ligue de vez em quando, mesmo se não precisa de nada deles. Poucas fontes querem falar com um repórter que só liga quando há uma crise. Você não precisa ser o melhor amigo, mas tem que ser amigável.

  • Nunca minta para suas fontes e diga a eles que você espera o mesmo deles. Além disso, permita que falem sobre seus medos e preocupações sobre a matéria, ou qualquer outro problema.

  • Sempre faça pesquisa de fundo sobre suas fontes e peça que falem sobre qualquer coisa que você não conhece e que poderia ser usada para desacreditá-los após a publicação da reportagem.

  • Verifique tudo o que dizem e continue fazendo a pergunta: "Como você sabe isso?" Fontes, às vezes, misturam fatos com suposições. Alguns podem exagerar ou contar somente partes de uma história. Fontes muitas vezes têm segundas intenções. É sua responsabilidade checar os fatos das declarações.

  • Pratique a "regra dos três": Depois de entrevistar uma fonte, pergunte por três outras pessoas com quem você possa falar que estejam bem informados sobre a história. Repita o processo com os três próximos. Isso faz com que a fonte se sinta valorizada e proteja você. Para ter uma história mais completa, tente ouvir o maior número vozes possível.

  • A utilização de fontes anônimas é controversa, mas às vezes necessária. Faça o seu melhor para convencer a fonte a se identificar. Se não concorda, certifique-se se suas razões são suficientemente convincentes. Se você concorda em proteger a sua identidade, use a fonte com moderação. Você precisa estar preparado a ir para a cadeia para proteger uma fonte.

  • Depois de publicar uma matéria, ligue para todas as suas fontes, incluindo as pessoas que investigou, para conversar sobre a reportagem. É uma ótima maneira de desenvolver fontes e construir respeito, mesmo entre aqueles que ficaram chateados com a publicação.

Este artigo faz parte de um curso online do ICFJ Anywhere, que apóia os jornalistas em todo o mundo com treinamento gratuito em uma diversidade de tópicos. Os cursos são oferecidos em uma variedade de idiomas, incluindo inglês, árabe, persa, espanhol, português, turco e francês. Para as últimas novidades sobre os cursos do ICFJ Anywhere, clique aqui.