Como concorrer aos Prêmios de Jornalismo de Dados 2018

porMarianne Bouchart
Feb 21 em Jornalismo de dados

A Global Editors Network organiza a competição Data Journalism Awards todos os anos para celebrar a excelente produção no campo do jornalismo de dados em todo o mundo.

No ano passado, foram enviados 573 projetos, provenientes de mais de 50 países, representando os cinco continentes. Para a competição de 2018, a competição deve ser ainda mais global: equipes de todo o mundo são incentivadas a se candidatar diretamente pelo site Data Journalism Awards.

Com o apoio do Google News Lab e da Fundação John S. e James L. Knight, em parceria com a Chartbeat, a competição de 2018 espera chegar ainda mais longe, continuar a receber inscrições das Américas e da Europa, mas também obter mais trabalhos da Ásia, África e países emergentes.

Se sua organização fez algum trabalho incrível com dados no ano passado, queremos que participe dos Data Journalism Awards. Todas as equipes, grandes ou pequenas, são elegíveis e podem enviar tantos projetos quanto desejar.

Este ano, tornamos mais fácil o processo de inscrição, então escolha os melhores projetos em que trabalhou no ano passado e preencha este formulário. O trabalho deve ter sido publicado ou divulgado entre 10 de abril de 2017 e 26 de março de 2018.

Os finalistas serão anunciados em abril de 2018 no Festival Internacional de Jornalismo em Perugia (Itália), e os projetos vencedores serão revelados na cerimônia de 2018 e no jantar de gala em Lisboa, em 31 de maio de 2018, durante o GEN Summit 2018.

Confira os vencedores de anos anteriores:

Pensando se o seu projeto poderia chegar ao topo? Curioso para ver quem ganhou a competição no passado? Nós compilamos a lista de vencedores das quatro últimas edições. 

  • Rutas de Conflicto, vencedor na categoria de website de jornalismo de dados do ano em 2017 (Colômbia).

  • The Globe and Mail, vencedor na categoria investigação do ano com 'Unfounded' em 2017 (Canadá).

  • Berlingske, vencedor na categoria dados abertos com "#Tracked" em 2016.

Mais de US$21.500 en 12 categorias

Os prêmios para a competição de 2018 consistem em US$1.801 cada e serão concedidos em uma cerimônia e jantar de gala em Lisboa, no dia 31 de maio de 2018, durante o GEN Summit 2018.

As categorias deste ano são:

  • Melhor equipe de jornalismo de dados 

  • Melhor portfólio individual

  • Prêmio Chartbeat pelo melhor uso de dados em uma matéria urgente, dentro de 36 horas 

  • Website de jornalismo de dados do ano

  • Visualização de dados do ano

  • Inovação no jornalismo de dados

  • Investigação do ano

  • Aplicativo de dados de notícia do ano 

  • Prêmio de dados abertos

  • Escolha pública

  • Redações pequenas

  • Jovem jornalista e estudante do ano  

Você também pode encontrar todas as informações sobre os prêmios deste ano (incluindo datas-chave, jurados, categorias e regras) no site do Data Journalism Awards.

Perguntamos a nossos jurados o que eles buscam nos vencedores em potencial. Aqui está o que disseram:

"O que estamos de olho são:

  1. Impacto
  2. Transparência — e quão abertos são os dados
  3. Inovação
  4. Storytelling"

Simon Rogers, Google News Lab (EUA)

"Eu adoro ter a oportunidade de revisar as inscrições aos Data Journalism Awards para aprender com suas descobertas, mas o que eu mais amo é o "making of", porque é assim que podemos realmente reproduzir experiências. Eu adoro aprender sobre projetos que reutilizam código, que aplicam tecnologias para estruturar o não-estruturado para manter os governos responsáveis, e aqueles que habilitam a participação dos usuários, bem como redes que colaboram no mesmo projeto ou conjunto de dados." Angelica Peralta Ramos, La Nación (Argentina )

"Importância do tema, originalidade da técnica e fontes de dados; inovação em torno da análise estatística e visualização. Encontrar insights que não seriam evidentes no jornalismo baseado em prosa." Kenneth Cukier, The Economist (Reino Unido)

"Presto cada vez mais atenção ao design, à usabilidade. Este jornalismo de dados pode apelar para uma ampla gama de usuários/público? Sabemos como o nîvel de atenção digital é baixo. As inscrições realmente boas prendem sua audiência e as mantêm persistentes (e compartilhando)." Esra Dogramaci, DW (Alemanha)

"Obviamente, tendo a me concentrar no visual e a tentar pensar se cada história pertence a qualquer uma dessas categorias mentais: (a) gráficos e mapas muito diretos, elegantemente projetados, e que contam a história profundamente e claramente ou (b) usos muito criativos e inovadores de animação, interação, codificações visuais, etc. Qualquer dos dois está bom, mas a escolha precisa ser feita com base na natureza da história."Alberto Cairo, Universidade de Miami (EUA)

"O design, a significância dos dados, a fonte, a análise, a narrativa como um todo". Mariana Santos, Chicas Poderosas (Portugal)

Leia mais online ou siga Global Editor's Network no Twitter.

Marianne Bouchart é gerente de programa do Data Journalism Awards. Você pode entrar em contato com ela através do email  mbouchart@globaleditorsnetwork.org. 

Imagem sob licença CC no pexels.com via Startup Stock Photos