Cineastas usam mídia social para criar documentário sobre protestos no Egito

porDana Liebelson
Feb 26, 2011 em Jornalismo digital

O que as palavras “#jan25” e “#ndpbuilding” têm em comum? Estas são apenas duas dos hashtags (etiquetas) que cineastas estão utilizando para criar um cronograma de protestos no Egito, em um projeto de documentário feito através de crowdsource.

O projeto, chamado “#18DaysinEgypt”, está recolhendo tweets, vídeos, fotos, emails e mensagens de texto para criar um documentário de protestos no Egito de 25 de janeiro a 11 de fevereiro, quando o presidente Hosni Mubarak, renunciou abruptamente.

O objetivo deste projeto de reportagem coletiva é contar a história da revolução egípcia utilizando as mesmas ferramentas multimídia em tempo real que as pessoas usavam enquanto os acontecimentos se desenrolavam.

Os interessados devem colocar o tag #18DaysinEgypt em seus meios de comunicação social como Twitter, YouTube e Flickr. Lembre-se de incluir informação sobre a data e a hora em que o material foi obtido, assim como a localização e uma descrição. Mensagens de texto, fotos e vídeos em MMS também serão aceitos em breve.

A lista completa dos tags relevantes podem ser encontradas no site. Os participantes só podem colocar tag na mídia que eles ou amigos criaram - em outras palavras, não podem colocar tags em artigos profissionalmente editados e produzidos.

A equipe do projeto é composta por dois documentaristas, Jigar Mehta e Alaa Dajani, e a desenvolvedora de software, Yasmin Elayat. Eles pretendem colocar o projeto online e criar um documentário filmado inteiramente por aqueles que vivenciaram os acontecimentos.

Para saber mais (em inglês), clique aqui.

Você pode também acompanhar o projeto em no Twitter e no Facebook. .