Cinco maneiras de proteger a reportagem com telefone móvel

porMelissa Ulbricht
May 11, 2012 em Jornalismo móvel

O guia "Mobile Security Survival Guide for Journalists" ("em tradução livre, "Guia de Sobrevivência em Segurança Móvel para Jornalistas") da SaferMobile ajuda jornalistas a compreender melhor os riscos inerentes à utilização da tecnologia móvel.

O guia, que serve para jornalistas locais e internacionais, é escrito com o fluxo de trabalho de um jornalista em mente.

Aqui está uma amostra do que o guia oferece:

Consciência da rede móvel. O que seu uso da tecnologia diz sobre você?

A atividade no telefone cria uma trilha de dados conectada à rede móvel, desde fazer ou receber uma chamada, a enviar uma mensagem, navegar na Web, ou apenas o fato de estar conectado e pronto para comunicação. Informações de identificação registradas na rede sobre você e as pessoas com se comunica incluem o seu número IMEI (identificador do aparelho único), o IMSI (o identificador de cartão exclusivo SIM -- ou "módulo de identificação do assinante"), o tempo e a duração das chamadas de voz, mensagens de texto, e fotos ou vídeos que tiver.

Dica: Tenha uma alternativa no caso de não conseguir acessar um ou mais serviços. Leve cartões SIM de outras operadoras de rede móvel e, se possível, carregue mais de um telefone. Em alguns casos, apenas uma operador fora do país pode ter serviço de roaming. Tenha um plano alternativo previamente combinado com as fontes e colegas se suspeitar que sua linha específica ou todo o serviço móvel pode ser interrompido.

Preparando-se para a reportagem. Avalie os riscos digitais e prepare seu telefone.

Você recebeu uma pauta de reportagem. Pode estar viajando para cobrir a história ou pode residir no país determinado. De qualquer maneira, quando se trata de comunicações móveis, você deve tomar algumas precauções e planejar com antecedência. Aqui estão algumas dicas para praticar no seu telefone.

Dica: Conheça o seu telefone. Pode parecer óbvio, mas certifique-se de saber como seu telefone funciona. Por exemplo, familiarize-se com a forma como a câmera funciona e como controlar as opções. O flash da câmera ou o som podem atrair atenção indesejada para você. Aproveite o tempo para deixar as funções pré-configuradas para evitar ser notado pelos outros...

Apurando/ Na rua. Tenha um plano de ação pronto para quando você for conversar com fontes e fazer entrevistas; comunicar-se com sua redação, ou usar seu telefone em situações de emergência.

Dica: Use códigos para mensagens de texto se necessário. Se necessário, use códigos previamente combinados para comunicar informações confidenciais com seus contatos. Altere os códigos regularmente e verifique se o sistema incorpora uma maneira de avisar aos outros quando você acha que o código pode ter sido quebrado. Para praticar, tente o exercício de construção de códigos no guia de treinamento do SaferMobile...

Enviando a matéria. Como você envia atualizações, notícias urgentes ou conteúdo de multimídia com segurança da rua?

Dica: Desative o MMS (mensagem multimídia) se não for necessário. A menos que você realmente precise das funcionalidades do MMS em seu telefone, verifique as configurações para ver se pode ser desativado. O MMS, como o SMS (mensagens de texto), podem ser interceptados e visualizados pelo operador de rede. Taxas de entrega de MMS tendem a ser menores, tornando esta uma forma de comunicação menos confiável e mais insegura. O MMS pode ser um vetor de ataque de outra forma: Tem havido casos em que foi usado para a infiltração de vírus móveis e software malicioso em telefones desavisados.

Confira o guia na íntegra aqui (em inglês).

Este artigo foi publicado originalmente no Idea Lab da PBS MediaShift e foi traduzido e publicado pela IJNet com autorização. O IdeaLab da PBS MediaShift é um blog em grupo feito por inovadores que estão reinventando as notícias comunitárias para a era digital. Cada autor recebeu um fundo do Desafio Jornalístico Knight para ajudar a bancar uma ideia sobre um tema relacionado à transformação da notícia comunitária.

Imagem usada com licença CC no Flickr via Dominik Syka.