Cinco maneiras de encontrar fontes online

por Dana Liebelson
Mar 11, 2011 em Jornalismo digital

Encontrar fontes no mundo real já é difícil, encontrá-las na Internet pode ser tão complicado quanto pesquisar um catálogo telefônico aleatoriamente.

Para resolver este problema, sites oferecem especialistas através de crowdsource e recolhem observações de quem está por dentro dos assuntos.

Os cinco sites abaixo oferecem a jornalistas acesso fácil e livre às fontes, especialistas e até mesmo ideias de pauta. Jornalistas pressionados pela deadline e freelancers distantes podem se beneficiar ao encontrar fontes e coletar notícias desta forma, especialmente porque este tipo de site está se multiplicando.

Alguns permitem que os jornalistas escrevam perguntas ou usem uma ferramenta de busca de alta potência. Em outros, ele, podem apresentar um deadline e um tema para o site e obter fontes e respostas a perguntas de entrevista por e-mail.

Se você acha que esses sites são um complemento maravilhoso para o jornalismo tradicional ou o cúmulo da preguiça, comente na página de Discussões IJNet. De qualquer maneira, vale a pena checá-los:

1. ProfNet

ProfNet, patrocinado pelo Newsire PR for Journalists, é um recurso gratuito para comunicadores e jornalistas de todo o mundo. Fundado em 1992, oferece um banco de dados com mais de 30.000 perfis de especialistas pesquisáveis ​​por região do mundo e tipo de especialidade. Jornalistas também podem iniciar consultas urgentes com especialistas em determinadas regiões e reservar seu nome e organização de notícias.

A adesão é gratuita. Oportunidades podem ser enviadas em 13 áreas temáticas, como ciência, direito ou governo. O site está disponível em espanhol e inglês.

2. Help a Reporter Out (HARO)

HARO pretende ser o maior repositório de fontes no mundo, com mais de 100.000 fontes ativas, especialistas e leigos. Jornalistas apresentam seus lances e prazo diretamente para o HARO e recebem fontes diretamente por e-mail. Atualmente, o site recebe cerca de 200 consultas por dia.

Para fazer uma consulta, o site do repórter deve satisfazer o critério de menos de dois milhões no Alexa ranking. Repórteres não podem postar enquetes ou requisitar conteúdo de vídeo, e estudantes de jornalismo não podem postar. O site está aberto a jornalistas de 22 países.

3. NewsBasis

NewsBasis é uma plataforma online gratuito que busca "conectar os jornalistas certos com a mensagem certa no momento certo". Os jornalistas criam alertas sobre temas de interesse, e, em seguida, recebem "ponto de vista" implantados em uma barra lateral, que incluem ideias de pauta por parte dos usuários do site (muitas vezes, assessores de imprensa). Os jornalistas podem entrar em contato com esses usuários, ou "seguir" tópicos para receber ideias novas de pauta por e-mail. Há também um motor de busca no site para pesquisar por fontes.

Os jornalistas devem ser de organizações de notícias respeitáveis, demonstrar experiência com uma organização de notícias ou escrever para um blog dedicado à entrega de conteúdo de notícias para um público (em oposição à promoção de produtos e/ou serviços de consultoria) com leitores substanciais. O Newsbasis também apresenta um blog atualizado para jornalistas e clientes.

4. Authoratory

Authoratory oferece peritos científicos, particularmente nas áreas de química, biologia e medicina. O conteúdo deste site internacional gratuito é produzido através de análises de grandes quantidades de dados do PubMed, um serviço da Biblioteca Nacional de Medicina dos Estados Unidos. O Authoratory oferece informações atualizadas adicionais sobre cada um dos peritos: co-autores frequentes, interesses profissionais, instituição afiliada e informações de contato.

O site atualmente tem cerca de 100 mil cientistas em seu banco de dados, pesquisáveis ​​por palavra-chave ou nome. Os perfis podem ser encontradas em inglês, francês, espanhol e russo.

5. Experts.com

Experts.com inclui um grande banco de dados, gratuito e internacional com especialistas em diversos campos. Possui autores, consultores, engenheiros e escritores. O objetivo principal do site é promover e conectar profissionais especializados com seus clientes, embora também seja disponível a jornalistas.

O banco de dados é pesquisável por palavra-chave, nome, empresa, estado ou país. Cada perfil de especialista inclui um resumo da pessoa, realizações profissionais, currículo, links para livros e artigos escritos, e informações de contato. O site está disponível apenas em inglês.