Atalhos de mídia social para jornalistas

porNicole Martinelli
Mar 21, 2011 em Jornalismo digital

A mídia social serve muito mais do para que conectar-se com amigos da escola -- aqui estão os atalhos para os jornalistas que desejam usá-la para entrevistas, fontes e histórias. Se você tiver mais alguma ideia, por favor compartilhe suas dicas na seção de comentários.

Facebook Considere abrir uma página de fã. A página de fã vai manter os leitores e sua vida pessoal separados, permitindo que você faça posts e convide comentários ou publique sua artigo mais recente, sem interferir com sua vida pessoal. (Por falar nisso, aqui está a página de fã da IJNet em Português).

Você pode achar bobo ter uma página de fã, mas mesmo o cachorro do fundador do Facebook, Mark Zuckerberg tem uma, então não esquente a cabeça. A página de fã permite atualizações rápidas e interação com os leitores, sem ter que perder tempo lendo as atualizações de todo o mundo.

Se você não quer uma página de fã, lembre-se de que sempre pode separar a família e amigos dos contatos de trabalho com listas. Dessa forma, você pode enviar atualizações de status para listas específicas -- assim suas fotos de férias não aparecem para suas fontes.

Twitter É uma ótima maneira de manter contato com os leitores, encontrar ideias de pauta e promover seus textos. Já que você não vai usá-lo para divulgar o que você comeu no café da manhã, faça o download de um aplicativo de desktop. (Há uma boa comparação aqui.)

A maioria permite que você programe tweets, separe contatos em listas, envie mensagens para várias redes -- LinkedIn e Facebook, por exemplo - e use o recurso muito útil de mensagem direta. Aproveite o tempo para configurá-lo para acompanhar a competição, fontes potenciais ou palavras-chave em uso ou listas (muito parecido com o ticker de notícias de outros tempos) e você obterá o que precisa rapidamente, potencialmente abandonando os feeds de RSS ou buscas de notícias, como o Google News, por completo.

LinkedIn Para multiplicar suas fontes, junte-se a grupos da sua indústria ou caderno. Você pode se juntar a até 50 grupos e a maioria das pessoas permitem que outros membros do grupo as contatem diretamente -- mesmo se não estão conectados de outra forma. (Normalmente, o serviço de correio LinkedIn cobra para contatar pessoas fora da sua rede.)

Adicionar assessores de imprensa ou fontes a sua rede e publique suas atualizações do Twitter no seu perfil para que as pessoas saibam no que você está trabalhando. O recurso de respostas às vezes também pode gerar ideias de artigos interessantes e fontes.

ProfNet Connect Há inúmeras maneiras de encontrar fontes online - aqui está o nosso resumo de cinco recursos gratuitos. Um deles,o ProfNet Connect, lançado em março de 2011, é uma plataforma de mídia social do ProfNet. Oferece uma comunidade online, interativa e gratuita com mais de 43.000 membros. Este é um bom caminho se você trabalha com diferentes fusos horários e precisa de uma fonte ao vivo rapidamente.

Imagem do Grafixar usado com permissão.