Content supported by

Dicas de contabilidade para empreendedores de jornalismo

porJames BreinerAug 26, 2019 em Empreendedorismo de mídia
calculadora

A maioria de nós que fazemos jornalismo tem pouca ou nenhuma experiência na gestão financeira de uma organização de notícias. Este artigo é destinado àqueles que estão pensando ou já estão dirigindo uma startup de jornalismo e acham que precisam saber mais sobre o assunto.

Embora possa não saber muito sobre contabilidade, você é jornalista, portanto, sabe como fazer perguntas, investigar tópicos, processar o que aprendeu, organizar o material e apresentá-lo de maneira clara e compreensível. Você sabe contar uma história. Em relatórios contábeis e financeiros, você conta uma história com números. Um relatório financeiro responde à pergunta “Como estão os negócios?”. A resposta é uma história para você, seus funcionários, seus investidores ou seus financiadores.

Orçamento de despesas mensais

Vamos começar criando um orçamento mensal de despesas. Um orçamento é um roteiro. Ele nos diz para onde estamos indo e como vamos chegar lá. Também registra cada marco da jornada.

Comece fazendo uma lista de tudo com o qual você está gastando dinheiro a cada mês ou que precisará gastar. Vamos dizer que você não sabe qual deve ser o valor para hospedagem na web, ou quanto pagar um freelancer. Aja como um jornalista e consulte sua rede de contatos: faça algumas pesquisas entre empresas de tamanho e tipo similares.

Despesas mensais podem incluir salários, benefícios de empregados (estimar 25% a 35% do salário), despesas freelance, hospedagem de sites, web designers, consultores de tecnologia, assinaturas de software, acesso à internet, armazenamento digital, aluguel e despesas com serviços públicos (caso tenha um escritório), etc.

Depois de fazer essa lista, pergunte a si mesmo: "Essas despesas estão alinhadas com nossos objetivos e prioridades?"

Por exemplo, você está gastando muito dinheiro em web design quando há ferramentas gratuitas disponíveis para produzir um nível aceitável de qualidade? Ou seja, você pode produzir um produto viável mínimo que satisfaça seu público nesta fase do seu desenvolvimento sem incorrer em um custo exorbitante? Você realmente precisa de um escritório ou sua equipe pode se reunir em uma casa ou um lugar público com wifi?

O Google fornece uma planilha de orçamento online gratuita. O link está aqui.

Agora coloque esses números em uma planilha de orçamento. Quanto mais cedo você começar a usar planilhas, melhor. As planilhas podem fazer as contas por você, permitem que você classifique e organize informações facilmente e produza relatórios com aparência profissional que mostrem sua situação financeira em detalhes. O Google oferece uma planilha de orçamento gratuita que ajudará você a organizar suas informações. Basta seguir as instruções e inserir as despesas projetadas a cada mês por pelo menos um ano.

Fluxo de caixa

Agora que você tem despesas estimadas, pode começar a entender o conceito de fluxo de caixa. Fluxo de caixa é a medida de quanto você está gastando versus quanto dinheiro você está trazendo em cada mês ou ano. O fluxo de caixa informa a rapidez com que você está queimando o combustível (dinheiro) que você tem no tanque e com que rapidez você está substituindo o que queimou.

Eu sugiro aos empresários que construam seu orçamento de receita (use a mesma planilha acima) em torno do valor necessário para cobrir as despesas. Comece a usar o termo "receita" para significar o dinheiro total que você traz, porque "receita", para contadores e pessoas de negócios, significa lucro após despesas.

No exemplo de planilha de orçamento do Google, suponhamos que você insira um saldo inicial de US$100.000 a partir da economia de todos os cofundadores e contribuições de familiares e amigos. E digamos que seu orçamento para o primeiro ano pede gastos únicos de US$10.000 (novos laptops, smartphones e ferramentas audiovisuais para a equipe) mais despesas mensais de US$5.000. Até o final do ano, você terá apenas US$30.000, o suficiente para sobreviver por seis meses, a menos que encontre novas fontes de receita ou reduza as despesas projetadas (100.000 menos 10.000 menos 60.000).

Gerando receita

Esse orçamento de despesas permite ver o desafio que você enfrenta. Você precisa começar a trabalhar desde o início para encontrar outras fontes de receita. Ou talvez você possa estender ainda mais seu investimento inicial, reduzindo as despesas que não se alinham com os objetivos do produto.

Onde você deve procurar fontes de financiamento? Você pode encontrar informações sobre as possíveis fontes de receita para o jornalismo de qualidade nestes posts do journalism.co.ukCentro Knight Center e News Entrepreneurs

Não assuma que pode gerar receita significativa com a publicidade digital padrão, que já foi considerada sustentável. Raramente é uma fonte de receita robusta para uma startup. Aqui está o porquê. Editoras de sites cobram dos anunciantes uma taxa com base em 1.000 exibições de página ou impressões (ou CPM, custo por milhar). Embora os principais sites de notícias possam cobrar CPMs de cerca de US$8, especialistas do setor dizem que é mais comum para sites de notícias obter de US$0,50 a US$1 por mil visualizações de página (CPM), dependendo do tipo de público-alvo que seu site pode alcançar.

Digamos que você possa cobrar dos anunciantes US$1 para cada mil visualizações de página (ou CPM). Você teria que gerar 5 milhões de page views por mês para gerar US$5.000 por mês, o valor de suas despesas mensais no modelo acima. (É claro que você pode cobrar um CPM mais alto se puder oferecer aos anunciantes uma audiência preferencial com mais poder aquisitivo ou educação.)

Não se desespere. As pessoas que apoiam seus objetivos e missão de serviço público podem ser persuadidas a contribuir mesmo que você não tenha uma audiência enorme, mas você precisa ter uma audiência, ela deve estar crescendo e deve estar envolvida.

Contabilidade de exercício vs. contabilidade de caixa

À medida que você aprende sobre o lado financeiro da administração de uma empresa, pode se deparar com o conceito de contabilidade de exercício vs. contabilidade de caixa. Contabilidade de caixa é como gerenciar o seu saldo, e esse é o método que usamos com o orçamento da amostra acima. Você registra entradas e pagamentos de caixa à medida que ocorrem. Como editor, acho que a contabilidade de exercício oferece uma imagem mais realista de nossa posição financeira e fluxos de caixa do que o sistema de contabilidade de caixa.

Os prós e contras de ambos são discutidos neste artigo. Diz: “Com o método de contabilidade de exercício, as receitas e despesas são registradas à medida que ocorrem, independentemente de o dinheiro ter realmente mudado de mãos ou não”. Então, se um cliente compra um anúncio e o anúncio é publicado, a receita é registrada nesse momento, mesmo que o cliente ainda não tenha pago. Da mesma forma, se a sua empresa paga vendedores por comissão, essa despesa é registrada no mês em que a venda foi concluída, e não quando a comissão é efetivamente paga.

Depois de entender o básico, você pode descobrir como a contabilidade ajuda a enxergar por baixo da pele da empresa, como um raio X, para ver o que está acontecendo dentro dela. Você pode tomar melhores decisões com base em fatos e não em suposições. Você pode identificar tendências e aproveitar as positivas, reduzindo a exposição às negativas.

Com as planilhas, você pode projetar facilmente o futuro, alterando as variáveis ​​e suposições sobre receitas e despesas. Uma organização com a qual trabalho usa planilhas detalhadas com sucesso para desenvolver projeções de receita e atrair investimentos externos.

Essas ferramentas podem ajudá-lo a tornar seu negócio de notícias mais sustentável e a identificar oportunidades de inovação e crescimento.

Media Entrepreneurship Toolkit logo

Este artigo faz parte do nosso Kit de Ferramentas de Empreendedorismo de Mídia, lançado com o apoio do Civil. Confira para descobrir mais artigos sobre como lançar seus próprios empreendimentos de mídia. 


James Breiner é um consultor bilíngue (inglês/espanhol) em jornalismo digital e liderança de redação com três décadas de experiência no lado editorial e comercial dos jornais. Sua especialidade é o jornalismo empreendedor ou novos modelos financeiros para mídia digital. Atualmente é professor visitante de comunicação na Universidade de Navarra em Pamplona, Espanha.

Imagem principal sob licença CC no Unsplash via StellrWeb