Idioma:

Reply to comment

Conheça os pontos fortes e fracos da nova Reuters TV

image:

A agência de notícias Reuters juntou forças com o YouTube para criar a Reuters TV, apresentando 10 programas originais com comentários e análises da cobertura de notícias de finanças, tecnologia, política e outros temas relacionados.

O YouTube investiu um dinheirão no projeto, segundo dizem, gerando uma grande expectativa para o mais recente empreendimento da Reuters online.

A IJNet checou o canal e apresenta alguns destaques:

Aqueles cansados ​​do estilo típico do noticiário de TV "quadradão" não têm o que se preocupar. O canal busca um ritmo acelerado de segmentos com gráficos interessantes e consegue na sua maior parte. O novo canal não deve ser confundido com o outro canal da Reuters no YouTube, o ReutersVideo.

O projeto vale a pena para os telespectadores? As vantagens de uma parceria com a potência digital do YouTube é clara, mas quase todos os episódios estão disponíveis no site da TV Reuters. Qual seria o motivo de visitar um site em vez do outro?

Os programas são suficientemente interessantes. O Tech Tonic, uma série liderada pelo editor de mídia social da Reuters, Anthony Rose, apresenta as "notícias mais recentes e importantes de tecnologia e inovação." Com esse título, é desconcertante ver a limosine da cantora Beyonce como destaque no primeiro episódio e nada do Rose aparecer.

Quando Rose faz sua estréia, o programa fica muito bom. Cobrindo tópicos como "seu telefone está espionando você, ele apresenta histórias de tecnologia, com elementos gráficos e rock'n roll.

O programa Money Clip com a editora de finanças Lauren Young tem um estilo mais tradicional centrado na cabeça falante ou "talking head" às vezes, e a reciclagem de soundbites em matérias sucessivas não ajuda. Mas Young consegue ser informativa e engajante em um formato solo. Ela explica bem o fundo americano de aposentadoria, o 401K, com a ajuda de gráficos e música de elevador.

Por enquanto, a programação original não é tão original. Alguns dos vídeos apresentados no Trail sobre a corrida presidencial dos EUA são apenas versões das filmagens da CNN, sem qualquer comentário, como este vídeo dos debates do Partido Republicano.

O blogueiro financeiro Felix Salmon faz a conversa sobre investimentos ficar emocionante no Felix TV, e sua intro de super-herói é bem divertida.

Toda vez que jornalistas são transformados em personalidades de vídeo pode dar certo ou errado. O editor de mídia Pedro Lauria é meio fraco no Media Bite com a menção do jogador de futebol americano Tim Tebow, mas parece se animar mais quando fala de tecnologia.

Atualmente o número de visitas para o canal YouTube está bastante baixo, mas dependendo do público-alvo e publicidade, talvez aumente. É discutível se os vídeos da Reuters TV têm potencial para se popularizarem, mas vale a pena dar uma olhada.

Reply