Idiomas

Como o ensino do jornalismo precisa mudar

Como o ensino do jornalismo precisa mudar

Margaret Looney | 31/10/11

Quando cidadãos podem se tornar jornalistas de um dia para o outro com um blog interessante, a necessidade da educação formal em jornalismo entra em questão.

Um relatório da John S. e James L. Knight Foundation e da New America Foundation diz que o ensino do jornalismo é mais crucial do que nunca, mas algumas mudanças precisam ocorrer.

O relatório, “Shaping 21st Century Journalism: Leveraging a 'Teaching Hospital Model' in Journalism Education,” (em tradução livre, "Formando o Jornalismo do Século 21: Aproveitando um 'Modelo Hospital de Ensino" na Educação do Jornalismo"), sugere que universidades não devem apenas formar jornalistas, mas devem produzir um jornalismo significativo ao abraçar uma missão de notícias para a comunidade. O relatório foi lançado em uma conferência sobre jornalismo interativo e mídia digital, realizada nos dias 28 e 29 de outubro na Universidade de Maryland.

Segundo os autores C.W. Anderson, Tom Glaisyer, Jason Smith e Marika Rothfeld, as universidades deveriam copiar o método de hospitais universitários que não se limitam a palestras para os estudantes de medicina, mas incluem o tratamento de pacientes e pesquisa. Programas de jornalismo não devem limitar-se a ensinar aos jornalistas, mas devem produzir reportagens e servir como laboratórios de inovação.

Uma mudança no financiamento deve acompanhar a transição de apenas educadores a provedores de notícias confiáveis. As universidades terão de se apoiar no governo federal, fundações comunitárias, legisladores e na indústria de mídia para sustentar esse objetivo.

Existe uma lacuna entre os programas de jornalismo e seu potencial, mas o relatório destaca universidades onde o "método de hospital de ensino" já está ocorrendo.

Os alunos da Berkeley Graduate School of Journalism escrevem para três sites de notícias regionais cobrindo Oakland, Richmond e o Mission District de San Francisco.

O News Outlet é um exemplo de colaboração entre várias organizações, combinando reportagens das universidades Youngstown State, Kent State e Universidade de Akrone com quatro parceiros de mídia -- The Vindicator, The Akron Beacon Journal, WYSU-FM radio e Rubber City Radio.

Programas de Jornalismo estão começando seus próprios serviços de notícias. A Medill Northwestern tem o seu próprio serviço de notícias -- Medill Reports Washington em Washington, DC, enfatizando reportagem empreendedora, multimídia e jornalismo online.

O relatório oferece recomendações para um financiamento sustentável. Aqui estão algumas:

  1. A indústria de mídia deve fazer um compromisso financeiro de apoiar o desenvolvimento de um currículo inovador.
  2. Fundações da comunidade local devem fornecer fundos de apoio a veículos de mídia da comunidade através de programas de jornalismo.
  3. O governo federal deve criar um fundo especial para bolsas de jornalismo, apoiar novas parcerias entre universidades e meios de comunicação públicos/privados e exortar a Comissão Federal de Comunicações a considerar os pedidos de licença experimentais para as faculdades de jornalismo se aventurarem na distribuição de mídia.
  4. Os legisladores deveriam recorrer a especialistas em programas de jornalismo em audiências e para comentários.

Para baixar o relatório completo (em inglês), clique aqui.

PUBLIQUE UM COMENTÁRIO

Plain text

  • Nenhuma tag HTML permitida.
  • Twitter message links are opened in new windows and rel="nofollow" is added.
  • Endereços de páginas de internet e emails viram links automaticamente.
  • Quebras de linhas e parágrafos são feitos automaticamente.
Please log in or register in order to comment this post.