Idiomas

13 ferramentas para ajudar jornalistas a navegar nas redes sociais

TEMA: 

13 ferramentas para ajudar jornalistas a navegar nas redes sociais

Cordelia Hebblethwaite, JSK | 07/11/14

Jornalistas estão acostumados ​​a promover o seu trabalho nas redes sociais. Mas também há muito potencial para usarem as redes sociais como ferramenta de reportagem - para encontrar histórias, coletar notícias, pesquisar, encontrar entrevistados e mais. 

Mas por onde começar? Em uma apresentação que eu dei na Itália, incluí um slide sobre isso e percebi um monte de gente anotando vigorosamente. Há obviamente um apetite para isso. Então aqui vai uma lista de dicas e ferramentas que considero úteis. 

Por favor, veja que esta seleção é totalmente subjetiva e não é de forma nenhuma completa! Muitas das ferramentas são gratuitas. O símbolo $ indica que há um custo - mas a maioria das empresas oferece uma versão inicial gratuita. 

Tame ($) 

Sobrecarregado com fluxo de tuites em sua timeline? Só quer verificar de vez em quando para obter uma panorâmica do que está acontecendo? Se este é o caso, você vai gostar de Tame. É fácil de usar e bastante viciante (no bom sentido). Tem uma interface simples, com três colunas - os artigos mais comuns de pessoas que você segue, os termos ou hashtags mais usados​ entre este grupo e contas mais populares do Twitter. O período de tempo é ajustável. Tame também pode analisar qualquer uma das suas listas do Twitter. TwXplorer é uma ferramenta semelhante. Não é tão elegante, mas é grátis. 

Listas do Twitter 

As listas do Twitter são uma ótima maneira de seguir uma editoria específica. O aplicativo Twitter é horrível tanto para criar e ler listas, mas Tweetlogix funciona bem. Uma das coisas boas sobre as listas é que permitem que você fique de um olho em contas, sem de fato segui-las (você precisa tornar a lista "privada"). Isso é útil se você estiver fazendo um trabalho de investigação, como mostra este exemplo. Você pode encontrar listas que outros criaram dentro do Twitter (digite o que está procurando na barra de pesquisa, e em seguida, clique em "timelines", à esquerda), ou busque manualmente para encontrar listas criadas por especialistas em um determinado campo. 

"Botão mágico" do Tweetdeck 

Quando o fluxo de tuites está rápido e difícil seguir, o botão de filtro do Tweetdeck é seu amigo. É o botão na parte superior direita de uma coluna (duas linhas com círculos sobre eles), e abre uma série de opções avançadas. Você pode excluir palavras, filtrar retuites, apenas visualizar os tuites com imagens, ou ver apenas os tuites mais populares. Há algumas dicas úteis sobre o botão do filtro. 

Trendsmap 

Quer saber o que é tendência no Twitter em todo o mundo? Ou em um país ou cidade específica? Trendsmap mostra isso em um piscar de olhos, e é gratuito fazer uma pesquisa básica. 

TinEye Reverse Image & Google 

Uma das coisas mais importantes para se lembrar quando se trabalha com a mídia social é que nada está confirmado. Os rumores se espalham como fogo e as imagens são muitas vezes tomadas fora de contexto (consciente ou inconscientemente) ou manipuladas. Desconfie de tudo o que parece bom demais para ser verdade. Existem duas maneiras simples de verificar se uma imagem já apareceu antes - clique no botão direito do mouse na imagem e selecione "pesquisar no Google por esta imagem", ou largue a image no TinEye e selecione a maior versão da imagem (que é a mais provável de ser a original). O Manual de Verificação é um guia fantástico para tudo a ver com verificação de redes sociais 

CrowdTangle ($) 

CrowdTangle é uma das únicas ferramentas com um foco real em ajudar você a navegar no Facebook. Amado por muitos coordenadores de mídia social (para os dados que ele dá sobre as suas próprias mensagens e as dos seus concorrentes), também é útil para a descoberta da histórias, graças a um conceito muito simples - posts "overperforming" [mais populares]. Estes são provenientes de cerca de 75.000 páginas de Facebook monitoradas pelo CrowdTangle. Isso inclui praticamente todas as organizações de notícias nos Estados Unidos - grandes ou pequenas - bem como as listas organizadas por tema (notícias internacionais, saúde, negócios, etc). Com base na história passada de uma conta particular, CrowdTangle destaca as mensagens que estão indo substancialmente melhor do que o esperado - o que é frequentemente o caso quando uma notícia acontece. 

Nuzzel e Newsle 

Nuzzel mostra notícias de tendências entre os seus amigos e contatos. Ele se conecta a suas contas do Facebook e Twitter, por isso, se você seguir um monte de gente por motivos profissionais, o seu feed deve ficar interessante. Como Tame, é uma forma rápida de manter-se atualizado sobre os principais pontos de discussão dentro de sua rede. Newsle faz o contrário -- alertando-o para notícias sobre ou por seus amigos e contatos de mídia social. 

LinkedIn 

Não se esqueça do LinkedIn! É uma das redes sociais de crescimento mais rápido e se você é um jornalista, pode obter um upgrade gratuito para uma conta premium depois de fazer um curto tutorial online. Vale a pena fazer, pois assim pode enviar "InMail" para pessoas fora de suas conexões -- perfeito para aqueles momentos em que você está tentando entrar em contato com um colaborador em potencial, mas não consegue encontrar suas informações de contato.

Outra coisa muito útil é a pesquisa avançada do LinkedIn (clique em "avançado" ao lado da barra de pesquisa na parte superior da tela). A busca de palavras-chave é útil quando você está procurando um especialista em um determinado assunto. Você também pode refinar por localização, por empresa e muito mais. 

Graph Search do Facebook 

Está certo, não é o recurso mais intuitivo, mas a Graph Search do Facebook pode ser útil para encontrar entrevistados. Tende a funcionar melhor quando você combina termos -- por exemplo, "Pessoas que vivem em x, e trabalham em y". Você também pode fazer uma busca de "imagens recentes de x". Há um bom resumo sobre como tirar o máximo da pesquisa aqui. Lembre-se que se você enviar uma mensagem para alguém quem não está conectado no Facebook, vai para a pasta de "outros"  em vez da caixa de entrada - o que significa que provavelmente não vão ver a mensagem! 

Dataminr ($) 

Dataminr é um sistema de alerta de notícias urgentes baseado no Twitter, projetado especificamente para jornalistas, e é provavelmente a ferramenta "mais quente" no momento. Se você trabalha em notícias de última hora isso pode funcionar para você. Se não, você pode querer saber mesmo assim. Seu algoritmo detecta os tuites que estão ganhando impulso rápido - em um estágio muito precoce. Isso lhe dá uma vantagem no início de reportagens. Dataminr tem trabalhado com organizações de notícias em todo o mundo para aperfeiçoar o serviço, e há muitos exemplos de seus alertas "dando furo" nas agências de notícias. Mas -- e é um grande mas -- nenhuma das informações é verificada. Alguns jornalistas elogiam Dataminr. Outros reclamam do número de falsos positivos e a quantidade de alertas, o que significa que você pode perder alguns furos quando entram. 

Storyful Newswire ($) 

Verificação pode levar muito tempo e muitas redações não têm tempo ou conhecimento para fazer isso, aí é que Storyful realmente ajuda. Eles reúnem conteúdo relacionado a uma notícia nas redes sociais, usando uma série de ferramentas proprietárias, e depois fazem o trabalho braçal de verificação e liberação para uso. Eles são especializados em notícias internacionais e recentemente mudaram para licenciar vídeos virais e identificar tendências em mídia social. Eles têm dois serviços gratuitos - Facebook Newswire - que destaca o conteúdo interessante no Facebook, e Open Newsroom, onde jornalistas e pesquisadores são convidados a ajudar a verificar conteúdo e compartilhar informações. Eles também têm uma extensão do Chrome gratuito, chamado Storyful Multisearch, que verifica através do Twitter, YouTube, Tumblr, Instagram e outros sites com um clique.

SAM ($) 

SAM é útil para equipes que trabalham no conteúdo de mídia social, pois você pode compartilhar o seu trabalho e adicionar notas - por exemplo, sobre se uma imagem ou vídeo foi verificada. Ele busca através do Twitter, Facebook, YouTube e Instagram, poupando-o de ter várias janelas abertas ao mesmo tempo. Ele também se integra com o Tweetdeck para que você possa enviar os tuites direto de lá para sua conta SAM. 

Sysomos ($) 

Sysomos é ótimo para analisar conversas de mídia social. Quem são as pessoas falando? Onde? O que estão dizendo? Mas é a zebra dessa lista, pois não há muitos jornalistas que já ouviram falar dele. Isso porque ele é voltado principalmente para empresas, dedicadas a monitorar a sua marca. Ah, e porque vem com um preço alto (US$33.000 por ano) colocando-o fora do alcance da maioria das redações. Mas se você puder pagar -- ou convencer seu departamento de marketing a obtê-lo -- é uma poderosa ferramenta de pesquisa para explorar as conversas de mídia social, e tem a vantagem de cobrir Twitter, Facebook, YouTube e Instagram, assim como blogs e sites de notícias regulares. Você pode fazer a busca tão ampla ou estreita como você quiser e filtrar os resultados por país ou idioma. Keyhole cobre algum terreno semelhante e é gratuito para uma pesquisa básica.

Cordelia Hebblethwaite é uma bolsista JSK de 2015 na Universidade Stanford que examina como jornalistas podem explorar o potencial integral da mídia social. Mais recentemente, ela ajudou a lançar e foi a blogueira principal do BBC Trending, a equipe de redes sociais da BBC, que reporta sobre as reportagens com maior popularidade no mundo para uma audiência global.

Este post apareceu originalmente no site do John S. Knight Journalism Fellowships na Universidade Stanford e é reproduzido na IJNet com permissão.

Imagem principal sob licença CC no Flickr via Peter Kirkeskov Rasmussen 

PUBLIQUE UM COMENTÁRIO

Plain text

  • Nenhuma tag HTML permitida.
  • Twitter message links are opened in new windows and rel="nofollow" is added.
  • Endereços de páginas de internet e emails viram links automaticamente.
  • Quebras de linhas e parágrafos são feitos automaticamente.
Please log in or register in order to comment this post.